Fundamental | Proposta pedagógica

Como trabalhamos o ensino Fundamental na Uniepre

Contextualizando...

A proposta pedagógica da Uniepre, para Ensino Fundamental - Anos INICIAIS - continua considerando, assim como na Educação Infantil, a concepção de criança como sujeito ativo no processo de aprendizagem, dotado de ideias e conhecimentos a serem considerados pelos educadores na organização do trabalho.

A Uniepre propõe projetos que criam novas parcerias de ensino-aprendizagem, a partir e para além da sala de aula, trazendo novos protagonistas para a construção coletiva do projeto pedagógico.

Esses projetos têm a marca da intencionalidade da relação entre ensinar e aprender, concretizando para cada aprendente a sua função de ensinar, e para cada ensinante a consciência do aprender.

Ensino Fundamental - Anos INICIAIS - é responsável por importantes etapas da formação das crianças; daí a necessária abrangência de um currículo que valoriza o desenvolvimento de um sujeito em sentido pleno – intelectual e socialmente ético, confiante, motivado, curioso, crítico e criativo.

Dos 6 aos 10 anos, uma série de transformações físicas e psicológicas ocorrem; e, por essa razão, o Ensino Fundamental - Anos INICIAIS - torna-se relevante no desenvolvimento de capacidades intelectuais e socioemocionais, imprescindíveis para as demandas futuras.

A qualidade da formação proposta pelo Ensino Fundamental - Anos INICIAIS - depende, sobretudo, da concepção de que as disciplinas do currículo não têm um fim em si mesmas, mas são um meio para que as crianças aprendam a, colaborativamente, criar, dialogar, planejar e monitorar projetos de investigação, apropriando-se efetivamente de estratégias de trabalho e de resolução de problemas.

Por meio de diálogos constantes, os estudantes adquirem a capacidade de pensar sobre o próprio pensar, refletindo sobre as ações necessárias para planificar um ensaio e atingir uma meta.

Capacidade de ampliação do repertório cultural e social

As crianças dos Anos INICIAIS da Uniepre experimentam situações de aprendizagem que potencializam suas habilidades e ampliam o seu repertório cultural e social a respeito das diferentes áreas do conhecimento.

Tecnologias digitais a serviço das aprendizagens

As tecnologias educacionais estão a serviço da aprendizagem e são consideradas ferramentas importantes na busca por soluções e iniciativas que contribuam para a constituição do estudante e a assunção de seu papel acadêmico.

Aprender a lidar com os recursos digitais que temos hoje é essencial para a participação da criança nas múltiplas situações comunicativas.

Personalização do ensino

Toda essa formação humana e acadêmica, características que identificam a excelência da Uniepre, tem como valor primordial a consolidação de um processo educacional que priorize a criança, seu processo de aprender a aprender, aprender a ser, aprender a conviver e aprender a conhecer!

Para isso, diferentes e variadas estratégias metodológicas são praticadas de modo que as crianças sejam atendidas e mediadas em suas necessidades específicas de aprendizagem.

Dentre tais recursos, as aulas de Apoio Pedagógico são oferecidas para ampliar o tempo de aprendizagem das crianças e incorporadas no plano escolar, quando se faz necessário.

Competências de leitura e escrita

Em um mundo letrado como o nosso, é crucial o desenvolvimento de habilidades relacionadas à leitura e à escrita.

A partir de um leque amplo de atividades, as crianças aprendem a se comunicar de modo claro e preciso, utilizando diferentes modalidades de linguagem e interação verbal para conhecerem o funcionamento da língua e seu uso social.

Letramento científico e matemático

A criança, assim como na Educação Infantil, é provocada a desenvolver competências para aprender a aprender, a saber lidar com novas informações, e a buscar resoluções para as diferentes demandas complexas vividas na realidade que a cerca.

Neste movimento, formula hipóteses, ativa conhecimentos prévios, lida com a tecnologia digital para aprimorar respostas, planeja estratégias para resolver problemas, explora conceitos, descobre novos procedimentos de estudo, desenvolve autonomia na tomada de decisão, e assume a responsabilidade sobre o próprio processo de aprendizagem.

Integração entre as áreas do currículo

O ensino por problematização é um pilar fundamental para o ato educativo nos Anos INICIAIS da Uniepre.

As crianças são provocadas a construírem articulações entre os assuntos e temas estudados nas diferentes áreas curriculares para entender que os saberes transcendem fronteiras, inclusive disciplinares. São situações em que ideias podem ser discutidas e questionadas para fomentar a formulação de argumentos e a explicação de um raciocínio.

Foco nas habilidades socioemocionais

As crianças vivenciam intensamente as etapas de socialização, expandindo relacionamentos e oportunidades de fortalecimento dos vínculos afetivos, que também fazem parte do processo de aprendizagem.

Assim, são propostas, intencionalmente, situações de autoconhecimento, autorregulação e maior envolvimento com as pessoas que as rodeiam para a formação de atitudes que potencializam o desenvolvimento de habilidades socioemocionais, tais como: empatia, autocontrole, o espírito colaborativo, a resiliência, entre outros.

Instagram | Uniepre Cantareira

Acompanhem nossos últimos posts!

Gostaria de conhecer a unidade?
Escolha uma opção de contato!

Horário de atendimento: Das 5h30 às 20h

Localização

Traçar rota até a Unidade