Início de tudo!

Eu era bem jovem, mas já sabia o que queria: favorecer o desenvolvimento das crianças, sempre respeitando a individualidade de cada uma, com muito amor e respeito, através do brincar.

Comecei em uma casa pequena, mas bem acolhedora, próxima do metrô Santana, em São Paulo. Na ocasião, tinha acabado de completar 19 anos e todos os dias, às 6h20 da manhã estava pronta para receber os pequenos.

A vontade de fazer diferente era grande. Comida fresquinha, área de sol, de sono e muito tempo para o brincar. Contar histórias e ouvir histórias das crianças eram momentos privilegiados, nada de livros, ou de cartilhas, esse nunca foi meu objetivo.

Passados 33 anos, numa dessas noites recebo uma mensagem:

“Tia Flávia? Tudo bem com você? Lembra de mim? Sou a Juju, sua primeira criança da UNIEPRE.”

Como esqueceria da Juju?

“Tia, perdi minha mãe faz um mês, e achei uma relíquia, um diário que ela escrevia para mim. Nele uma passagem da minha entrada na UNIEPRE.”

Quanta emoção, quanta alegria, quanta dedicação e saudades.

Parece que foi ontem.

Hoje, a Juliana, a Juju, tem 33 anos, na época apenas poucos meses…

Hoje engenheira, mãe, mulher linda, e excelente pessoa.

O tempo passa, mas as memórias ficam!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *